Dia Mundial da Visão

A data, criada pela Organização Mundial da Saúde e celebrada anualmente na segunda quinta-feira de outubro, chama a atenção para os perigos à visão, como a cegueira e a deficiência visual.
O objetivo do Dia Mundial da Visão é prevenir problemas visuais, proteger e tratar da visão das pessoas.

Dados sobre a visão:
• 285 milhões de pessoas sofrem de deficiência visual moderada ou grave;
• 90% destas pessoas vivem em países em desenvolvimento;
• 65% destas pessoas têm mais de 50 anos;
• Cerca de 40 milhões de pessoas são cegas;
• A cada 5 segundos uma pessoa fica cega no mundo devido a várias causas incluindo acidentes de trabalho;
• 80% da deficiência visual é evitável, podendo ser prevenida ou tratada;
• Em Portugal, de acordo com a Direção-Geral da Saúde, estima-se que cerca de metade da população sofra de alterações da visão, que vão da diminuição da acuidade visual à cegueira.

Hoje em dia e praticamente em todas as profissões, temos perigos associados que poderão ter efeitos ao nível da visão nomeadamente a utilização de ecrãs, instalações adaptadas e não concebidas para a prática de várias funções com situações de iluminação não favoráveis para as mesmas, utilização de substâncias e preparações perigosas, etc…
No âmbito da Segurança e Saúde no Trabalho para além de um acompanhamento médico de acordo com os perigos detetados e respetiva Avaliação de Riscos Profissionais (AVR), um rastreio visual poderá ser realizado em todos os trabalhadores e mais uma vez prevenir situações de risco, quer seja para os próprios como para o ambiente de trabalho da empresa onde laboram.

Sendo assim, a inclusão de uma Avaliação de Iluminância e Testes de Visão em serviços de Segurança e Saúde no Trabalho são uma mais valia para o funcionamento seguro de uma empresa e um fator de crescimento indireto ao nível da motivação e empenho dos trabalhadores.